10 Julho 2012
Miguel Vilar inicia novo desafio de bicicleta até à Costa Norte da Lapónia
Miguel Vilar prepara-se para cumprir, pelo segundo ano consecutivo, mais um desafio pessoal naquele que é o seu veículo de locomoção “por excelência” – a sua bicicleta. O ex-piloto de automóveis parte no próximo dia 13 de Julho para Copenhaga, onde iniciará dois dias depois, a 15 de Julho, a sua travessia de bicicleta até à Costa Norte da Lapónia. A iniciativa conta, uma vez mais com o apoio da Liberty Seguros, pelo elevado valor e exemplo a seguir que a mesma representa.

Denominada “Do Cabo da Roca até ao Cabo Norte da Lapónia, de Bicla”, esta iniciativa, de forte cunho pessoal, pretende passar ao grande público uma mensagem de otimismo, através do exemplo de perseverança e determinação de Miguel Vilar que, quinze anos após ter sido vítima de um grave acidente de viação em plena autoestrada A5, empreende agora o desafio de percorrer 2300 quilómetros de bicicleta em solo europeu. O objetivo é o de passar uma mensagem de esperança e de força, solidariedade e cumplicidade a todos os que tiveram, têm ou possam vir a ter a sua vida em risco.

Segundo Miguel Vilar, “depois de ter perdido tudo (ou quase tudo), a mensagem que quero passar com este desafio pessoal que irei cumprir é de que todos aqueles que já viram, veem ou poderão vir a ter essa experiência, ou seja, que num segundo tudo pode mudar na nossa vida, nunca percam a esperança de que conseguimos tudo, basta ter esperança e determinação – Se o Miguel Vilar conseguiu, eu também consigo! ”

O início desta travessia começa em Lisboa, no dia 13 de Julho, data marcada para a viagem que levará Miguel Vilar até Copenhaga, na Dinamarca, sendo este o local da partida para o percurso de 2300 quilómetros que irá percorrer entre o dia 15 de Julho e 7 de Agosto, data em que chegará ao seu destino final – Hammerfest (Noruega) – na Costa Norte da Lapónia, a cidade habitada mais ao Norte da Terra.

Rodrigo Esteves, diretor de Marketing da Liberty Seguros, refere, a propósito deste novo desafio de Miguel Vilar, que “é um exemplo de coragem e de inspiração para muitos portugueses que atravessam momentos difíceis nas suas vidas”, acrescentando que “são estes valores de compromisso pessoal, automotivação e vontade de superar todos os desafios que a vida nos apresenta que a Liberty Seguros pretende ajudar a divulgar ao apoiar esta aventura de estrada”.

Miguel Vilar – uma história de desafios superados

O fascínio pelos automóveis desde cedo despertou em Miguel Vilar o interesse pela competição desportiva motorizada. Habituado a viver desafios, como o de ser o copiloto de ralis, Miguel Vilar foi o primeiro português a participar no Campeonato Europeu de Fórmula Opel, competição onde correu com pilotos muito conhecidos como Mika Hakkinen, David Coulthard e H.H.Frentzen. “Posso dizer que fui o ‘Vasco da Gama’ dos poucos pilotos portugueses (3/4) que um dia chegaram à Fórmula 1”, refere Miguel Vilar sobre o seu percurso profissional.

“Desde os 12 anos que a minha vida foi feita com o objetivo de vir a ser piloto de Fórmula 1, não tive o talento que gostaria de ter tido, o dinheiro de certeza que não, mas no campeonato da vontade de ganhar estive sempre lá”, acrescenta o ex-piloto.

Em 1997, aos quarenta anos de idade, Miguel Vilar foi surpreendido por um grave acidente de automóvel, quando em plena auto-estrada A5 uma pedra de cinco quilos atravessou o pára-brisas do carro que conduzia e o atingiu diretamente na cabeça.

Apesar da brutalidade da pancada, que lhe provocou fratura de crânio com afundamento e perda de massa encefálica (hemiparesia do lado esquerdo), depois de um mês em estado de coma, Miguel Vilar sobreviveu e teve pela frente longos anos de luta, tendo sido um caso raro de recuperação, ou seja, um Case Study da University of Southern Califórnia e do cientista português radicado nos Estados Unidos da América, Prof. Dr. António Damásio.