26 Março 2013
Liberty Seguros patrocina as Seleções Nacionais de Ciclismo em 2013
O acordo foi assinado pelo presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, e pelo CEO da Liberty Seguros Portugal, José António de Sousa, e pelo diretor de marketing da empresa, Rodrigo Esteves, perante uma assistência em que pontificavam os atletas de Seleção Ana Inácio (femininas), David Rosa (cross country olímpico), Fábio Inácio (paraciclismo) e Fábio Silvestre (estrada).

“É o quarto ano consecutivo que contamos com o patrocínio da Liberty Seguros e estamos muito satisfeitos com a renovação deste voto de confiança. Acreditamos no futuro desta modalidade, porque temos cada vez mais praticantes, em todas as vertentes do ciclismo, e temos uma boa geração de corredores, que nos dá garantias de bons desempenhos em representação do país”, afirmou Delmino Pereira, após a assinatura do contrato.

“A Liberty Seguros agradece ao ciclismo a notoriedade de marca que tem em Portugal. Começamos por patrocinar uma equipa profissional, mas estamos agora com as seleções nacionais e também apoiamos algumas provas. A parceria com a Federação foi também importante no desenvolvimento da nossa campanha antidoping”, disse, por sua vez, José António de Sousa.

Além do patrocínio das Seleções Nacionais de ciclismo, o protocolo hoje assinado prevê o apoio da Liberty Seguros à Volta a Portugal de Juniores, à Volta a Portugal de Cadetes e ao Encontro Nacional de Escolas de Ciclismo. A ética e o combate à dopagem estão também subjacentes a este acordo, pelo que todos os corredores que sejam convocados para a Seleção Nacional/Liberty Seguros serão sujeitos a análises e controlos, de modo a terem uma caderneta de saúde, que os avalie ao longo do tempo, de modo a prevenir o recurso à dopagem.

Ainda na linha da ética e da formação das novas gerações de ciclistas, à semelhança do que já sucedeu nas épocas anteriores com o Encontro Nacional de Escolas, as voltas a Portugal de juniores e de cadetes terão nos seus programas seminários de informação, aos quais terão de assistir todos os corredores participantes nas referidas competições como condição sine qua non para poderem alinhar nas provas.

A celebração do acordo entre a Federação Portuguesa de Ciclismo e a Liberty Seguros realizou-se no Vélocité Café, um espaço dedicado aos utilizadores de bicicleta. Tratou-se de uma escolha simbólica, uma vez que as Seleções Nacionais são a montra do ciclismo português, mas esta modalidade é global, integrando os praticantes de competição, mas também os de lazer e os utilitários, aqueles a quem se dirige o Vélocité Café.