Contactos para Jornalistas
Notícias

Caso pretenda mais alguma informação que não esteja disponibilizada no nosso site, por favor contacte:

LLORENTE&CUENCA 

Maria Eça: meca@llorenteycuenca.com  

Carolina Borges: cborges@llorenteycuenca.com 

219 239 700

Liberty assume modelo de trabalho remoto, a sua próxima etapa para tornar-se uma organização totalmente digital  

  • Um ano depois de começar a operar com um modelo de negócio na cloud, a Liberty anuncia uma nova aposta na digitalização dando aos seus colaboradores na Europa (Portugal, Espanha, Irlanda e Irlanda do Norte) a possibilidade de escolherem de forma permanente o lugar onde querem trabalhar.  
  • Torna-se, assim, a primeira grande empresa do setor a anunciar um modelo de trabalho digital, onde os colaboradores podem desempenhar as funções a partir de casa. 
  • Em julho de 2020, a Liberty anunciou um investimento de 100 milhões de euros para criar um ecossistema tecnologicamente revolucionário para reinventar o seu modelo de negócio na cloud.  


Lisboa, 11 de março de 2021. – Sob o lema “Liberty, Best Place to Be”, Juan Míguel Estallo, CEO da Liberty para o mercado europeu, anunciou aos dois mil colaboradores da seguradora em Portugal, Espanha, Irlanda e Irlanda do Norte que, a partir de hoje, e de forma definitiva, vão trabalhar a partir de qualquer lugar, seguindo um modelo de trabalho remoto. A empresa vai melhorar as condições laborais dos colaboradores, uma vez que estes vão receber adicionalmente 660 euros brutos, por ano, para cobrir despesas. A empresa dará aos colaboradores a opção de passar até dois dias por semana no escritório, assim que a pandemia passar, para realizar atividades específicas ou reuniões presenciais. 

“Esta é uma decisão em linha com a nossa identidade e valores e que tem em conta as necessidades de conciliação da vida pessoal e profissional dos nossos colaboradores. Além disso, é mais um passo no modelo de negócio na cloud, no qual já estamos a trabalhar e que estará totalmente operacional em 2024”, explica Juan Miguel Estallo, CEO da Liberty Europa. “É uma resposta aos desejos dos colaboradores. Através de um inquérito para avaliar a experiência de trabalho, constatámos que 93% dos colaboradores afirmam não querer voltar ao modelo de trabalho em vigor antes da pandemia. Queremos antecipar o futuro pondo as pessoas em primeiro lugar, aumentado a eficiência e atendendo às expetativas de flexibilidade dos melhores talentos do mercado. Assim, quem trabalha na Liberty pode viver onde preferir”, acrescenta. 

Os colaboradores vão receber 55 euros mensais adicionais para cobrir despesas relacionadas com a atividade e vão manter outros benefícios como o subsídio de alimentação, conforme explicou a empresa às equipas, de uma forma esclarecedora e próxima. Trata-se de uma decisão que a Liberty já estava a estudar antes da chegada da COVID-19 e que significa um salto para um modelo de trabalho atualizado que se adapta melhor aos estilos de vida do presente e do futuro.  

Nas palavras da responsável pela área de Employee Experience da Liberty, Beatriz Ortega, “as pessoas estão em primeiro lugar no nosso projeto e esta é a prova disso. Por isso, trabalhámos em conjunto com os nossos colaboradores para criar um novo modelo de trabalho que seja coerente com a nossa estratégia e com as suas necessidades atuais. Um modelo que integre benefícios como a flexibilidade de horários, a mobilidade geográfica e atenue os aspetos mais sensíveis”. “Há anos que apostamos em programas de bem-estar que garantam o conforto e a segurança no espaço de trabalho. Neste último ano, estivemos focados em garantir a desconexão digital, o bem-estar físico e emocional dos nossos colaboradores, assim como a adaptação ao posto de trabalho na casa de cada colaborador”, completou Beatriz Ortega.  


Liberty nomeia José Luis García como Diretor de Produto para as operações na Europa

  • O novo responsável irá liderar a área de produto em Portugal, Espanha, Irlanda e Irlanda do Norte.
  • José Luis García, atual Diretor de Estratégia e Transformação, substituirá Juan Miguel Estallo, que detinha o cargo até à sua recente nomeação como CEO da Liberty na Europa.
  • No ano passado, a Liberty anunciou um investimento de €100 milhões para criar uma infraestrutura de negócios revolucionária baseada na cloud, nos próximos quatro anos, quando todos os produtos europeus da Liberty adotarão esta solução única.

Lisboa, 18 de janeiro de 2021 –
A Liberty, empresa que opera o Liberty Mutual Global Retail Markets na Europa, nomeou José Luis García como Diretor de Produto para o Mercado da Europa Ocidental, no qual a seguradora opera, que inclui Portugal, Espanha, Irlanda e Irlanda do Norte.
José Luis García é o atual Diretor de Estratégia e Transformação para as operações europeias da empresa e substituirá Juan Miguel Estallo, que ocupava o cargo até à sua recente nomeação como Chief Executive Officer (CEO) da Liberty na Europa.
Como Diretor de Produto, José Luis García irá continuar a aprimorar a colaboração e a partilha das melhores práticas com os mercados da Região Oeste e funções globais a todas as operações, aproveitando a escala global da Liberty para oferecer os melhores produtos, preços, subscrição e estratégias de resseguros.
“Ao mesmo tempo que dou as boas-vindas ao novo ano, tenho a oportunidade de poder assumir este novo desafio pelo qual estou extremamente grato à Liberty Seguros. É um momento entusiasmante para liderar a área de produto com a nossa nova abordagem aos seguros, baseada na cloud, que nos permite oferecer produtos modulares e ser mais ágeis no lançamento de novos produtos e desmistificação de produtos de seguro para os consumidores”, destaca José Luis García. “É um momento desafiante para todas as empresas e consumidores, mas tenho esperança no futuro, pois sob a liderança de Juan Miguel Estallo, uma coisa é certa: na Liberty vamos continuar a garantir o cumprimento das nossas promessas aos nossos clientes e a viver segundo os nossos valores, colocando as pessoas em primeiro lugar”, acrescenta.
José Luis García integrou a Liberty em 2015 como Diretor Administrativo na equipa de estratégia internacional dos mercados este e oeste da Liberty Global Retail, tendo trabalhado na definição da estratégia internacional e em projetos estratégicos selecionados a nível global, regional e local.
A sua experiência anterior e atual em estratégia de mercado e a sua excelência operacional colocam-no na posição ideal para liderar a área de produto da Liberty, dando continuidade ao seu caminho rumo à excelência operacional.
Em julho de 2020, a Liberty anunciou um investimento de €100 milhões na criação de um novo modelo operacional de seguros, através da criação de um conceito único de tecnologia disruptiva baseado num ecossistema digital na cloud pública. Desde então, o seu negócio Auto, em Espanha e na Irlanda, já opera através de uma abordagem insurtech baseada na oferta de produtos simples e modulares para os clientes. Em Portugal, a seguradora deverá começar a ter serviços de seguros executados em ambiente cloud a partir deste ano.


Juan Miguel Estallo é o novo CEO da Liberty Seguros

  • Juan Miguel Estallo irá liderar as operações da Liberty em Portugal, Espanha, Irlanda e Irlanda do Norte.
  • Em julho de 2020, a seguradora anunciou um investimento de €100 milhões na criação de um ecossistema tecnológico revolucionário, para reinventar o seu modelo de negócio na cloud.
  • Os negócios diretos de Auto já estão a operar na nuvem, seguindo uma estratégia de insurtech baseada em produtos modulares.

Lisboa, 23 de novembro de 2020 – A Liberty Seguros, empresa que gere os negócios de retail da Liberty Mutual na Europa, nomeou Juan Miguel Estallo como o novo Chief Executive Officer (CEO). A nomeação foi autorizada pelo Conselho de Administração da Liberty Seguros e encontra-se sujeita à aprovação do regulador.

Juan Miguel Estallo irá supervisionar a operação da Liberty Seguros no Mercado da Europa Ocidental, que inclui Portugal, Espanha, Irlanda e Irlanda do Norte, substituindo Tom McIlduff, que recentemente comunicou à empresa a sua intenção de procurar novos desafios profissionais. Tom McIlduff, que lidera a Liberty Seguros desde 2017, irá trabalhar com Juan Miguel Estallo para garantir uma transição organizada ao longo dos próximos meses.

Juan Miguel Estallo soma um percurso de treze anos na Liberty Seguros, tendo já ocupado diferentes funções de responsabilidade. Faz parte da equipa executiva desde 2013. Mais recentemente, como Diretor Executivo de Produto, Juan Miguel Estallo tem liderado esta unidade de negócio, desenvolvendo estratégias de preços e produtos que ajudaram a fazer crescer o negócio de forma lucrativa e sustentável. Em Espanha, o responsável contribuiu para posicionar a Liberty Auto Business como a segunda empresa que mais cresceu no mercado no desafiante ano de 20201.

“Estou muito orgulhoso e grato à Liberty por ter esta oportunidade de liderar a empresa nestes tempos desafiantes. Ao longo de 2020 mostrámos que podemos expandir os nossos negócios, graças ao entusiasmo da nossa equipa. Na Liberty existimos para ajudar as pessoas a desfrutar do presente e a olhar para o futuro com confiança, por isso, continuarei a garantir que cumprimos o nosso compromisso com os nossos clientes e com a sociedade, demonstrando e potenciando os nossos valores, colocando sempre as pessoas em primeiro lugar ”, comentou Juan Miguel Estallo.

No passado mês de julho, a Liberty anunciou um investimento de €100 milhões de euros para criar uma nova forma de gestão de seguros, desenhando um conceito único de tecnologia disruptiva baseado num ecossistema digital na nuvem pública. Desde então, o negócio direto de Automóvel em Espanha e na Irlanda já se desenvolveu como insurtech, baseado na oferta de produtos modulares, personalizáveis e simplificados.

1 Segundo dados do ranking ICEA, do terceiro trimestre de 2020.


Liberty disponibiliza linha exclusiva de apoio no âmbito da depressão Bárbara 

Seguradora pretende facilitar aos Clientes e agentes de seguros a comunicação de ocorrências, de forma a assegurar uma intervenção mais rápida e eficiente 

Lisboa, 20 de outubro de 2020 – Numa altura em que a depressão Bárbara passa por vários distritos de Portugal, a Liberty deu início a um protocolo para intensificar o apoio aos seus segurados e disponibiliza uma linha exclusiva de atendimento aos Clientes e Parceiros de Negócio para comunicação de ocorrências. O objetivo é facilitar o contacto e assegurar uma intervenção mais rápida e eficiente, que permita aos Clientes regressarem à normalidade o mais rápido possível.

Em caso de incidentes no contexto da depressão Bárbara, os Clientes e Parceiros de Negócio podem contactar a Liberty pelo número de telefone 808 500 110, ou por correio eletrónico através do e-mail sinistros.tempestades@libertyseguros.pt ativados especificamente para dar suporte a esta situação.  

Através destes canais, os Clientes da seguradora poderão receber qualquer esclarecimento no âmbito das perdas ou estragos de bens, bem como obter mais informação sobre o apoio que pode ser prestado pela Liberty no terreno.  

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, o estado do tempo no continente vai agravar-se a partir das 12h00 com chuva forte, rajadas até 100 quilómetros por hora e até 130 quilómetros por hora nas terras altas e agitação marítima, em especial na costa da região sul. Foi emitido um aviso vermelho para o início da tarde, e até às 18h00, nos distritos de Lisboa, Santarém, Castelo Branco, Portalegre, Setúbal, Évora, Faro e Beja. 

Como medidas de prevenção para evitar possíveis danos, a Liberty recomenda que os Clientes não utilizem o automóvel ou tenham a máxima precaução ao volante e fechem corretamente as portas e janelas das suas casas. 


Liberty investe 100 milhões de euros para criar sistema cloud based

  • Todas as operações da seguradora na Europa funcionarão através de uma nova tecnologia baseada na cloud
  • Toda a tecnologia foi construída de raiz, eliminando a complexidade dos sistemas anteriores
  • Através de uma abordagem insurtech, a Liberty poderá lançar novos produtos completamente modulares
  • Trata-se de uma mudança de paradigma, na medida em que é construída uma base empresarial totalmente nova em cloud pública sem qualquer ligação ao ecossistema existente


Lisboa, 27 de julho de 2020 – A Liberty acaba de lançar, nas suas operações na Europa – em Portugal, Espanha e Irlanda – um novo modelo de operação de Companhia de Seguros baseado num ecossistema digital na cloud pública, um novo conceito de tecnologia disruptiva onde todo o processo relacionado com a comercialização e gestão de seguros será executado de forma simplificada.

Tradicionalmente, este negócio baseia-se em diferentes processos e tecnologias para gerir orçamentos, reclamações, serviços ao cliente, compras e outras atividades centrais, o que representa uma complexidade de sistemas, hardware e software, que podem ser diferentes em cada país onde as empresas operam.

Há 18 meses, a Liberty começou a desenvolver o conceito para construir um novo conjunto de tecnologias modulares e colaborativas para gerir um negócio de seguros na cloud. Sem qualquer ligação a sistemas já existentes ou centros de dados e, com base no conceito de uma modularidade, a empresa investiu numa solução completa onde os produtos e serviços podem ser lançados sem restrições relacionadas com a língua, a moeda ou o contexto de mercado baseada em processos lean, low-touch ou no-touch.

“Quando há alguns anos decidimos operar como uma empresa global em todos os mercados, aproveitando a nossa pegada global e os nossos 108 anos de conhecimento, compreendemos que não podíamos olhar para a tecnologia por detrás da empresa de uma forma tradicional. Assim, em vez de migrarmos a nossa tecnologia, decidimos começar do zero, reconstruindo todo um novo modelo de negócio na nuvem, ligando diferentes tecnologias num ecossistema comum. Isto representa um enorme esforço para uma empresa da nossa dimensão, mas estamos certos de que estes investimentos irão assegurar a sustentabilidade da empresa, independentemente da procura dos consumidores existentes e novos ou da inovação do mercado que o futuro nos trará”, comenta Tom McIlduff, CEO da Liberty.

“Estamos certos de que este ecossistema fará total diferença no dia-a-dia dos nossos agentes, tornando o seu trabalho mais ágil e eficiente, mas também terá um impacto muito relevante nos clientes, que passarão a ter uma oferta totalmente personalizada e adaptada àquilo que procuram e que necessitam. Acreditamos que esta filosofia e tecnologia serão disruptivas, não só no sector segurador, mas também ao nível de como as empresas se modelam às novas exigências e tendências de mercado”, acrescenta Alexandre Ramos, CIO da Liberty e quem participa numa grande equipa da Liberty desde o início desta grande transformação.

A Liberty soma 108 anos de know-how no sector dos seguros, mas tem as capacidades digitais de uma Insurtech. Com esta abordagem, a seguradora será capaz de lançar novos produtos ou unidades de negócio nos mercados existentes. 

Em Portugal iremos implementar o mesmo conceito digital first para clientes e parceiros, que permitirá potenciar produtos modulares melhorados, totalmente personalizáveis aos clientes e com vista à simplificação.

Este processo estará concluído em quatro anos, altura em que todos os produtos da Liberty na Europa utilizarão esta solução única e serão investidos mais de 100 milhões de euros em aplicações e características na nuvem, onde agilidade, time-to-market, simplicidade e foco nos clientes e parceiros serão centrais.




Estamos a processar o seu pedido