A Liberty Mutual desenvolveu um Código de Ética e Conduta da Empresa (Code of Business Ethics and Conduct) para definir perante os seus trabalhadores os padrões adequados de conduta profissional, para nos ajudar a compreender esses mesmos padrões e, finalmente, para identificar e estabelecer requisitos de cumprimento. O Código sublinha a necessidade de todos os trabalhadores do Grupo Liberty Mutual Insurance adotarem uma postura ética e honesta na sua conduta profissional, evitarem e revelarem potenciais conflitos de interesses e cumprirem as leis e regulamentos aplicáveis.

Em Portugal e na Liberty Seguros, este código é aplicável a todos os seus Colaboradores desde 1 de maio de 2005, data em que foi publicada a respetiva Ordem de Serviço interna (O.S. n.º 05-134), que o contém e integra, tendo sido objeto de diversas revisões e atualizações.

Também neste aspeto foi possível o destaque da Liberty Seguros, S.A., primeira seguradora a operar em Portugal a ter um código de conduta com esta abrangência, em cumprimento do dever legal respetivo previsto no Regime Jurídico de Acesso e Exercício da Atividade Seguradora e Resseguradora.

No Código estabelecem-se importantes linhas éticas de orientação da conduta profissional e da forma como a Liberty Seguros e os nossos colaboradores devem conduzir a sua atuação profissional, proporcionando diretrizes nas seguintes áreas:

  • Fazer negócios com honestidade e integridade, incluindo a responsabilidade de todas as chefias e funcionários neste aspeto;
  • Tratar clientes, parceiros e uns aos outros com respeito e dignidade;
  • Prevenir, evitar e revelar conflitos de interesse e potenciais conflitos de interesses, incluindo a oferta ou aceitação de presentes, entretenimento, atividades externas ou relacionamentos pessoais que possam criar um conflito com os interesses da empresa ou a mera aparência de tal conflito;
  • Adequado tratamento e utilização da informação, incluindo os requisitos de acordo com os quais usamos e protegemos a informação da Empresa e dos nossos Clientes e Parceiros, incluindo a informação profissional, direitos de propriedade industrial, segredos profissionais, direitos de autor e dados pessoais;
  • Cumprimento ou conformidade legal: é o capítulo do Compliance por excelência, versando sobre a importância do cumprimento de leis, normas e regulamentos, integridade de controlos financeiros e relatórios públicos, práticas comerciais proibidas, cumprimento das leis de defesa da concorrência, e prevenção de crimes, como o branqueamento de capitais;
  • Reporte de Violações ao Código de Ética e Conduta Profissional, que explica os recursos disponíveis para os funcionários utilizarem na denúncia de condutas inadequadas e os  procedimentos a adotar para reportar as possíveis violações das regras do Código ou outras preocupações sobre a conformidade legal.


Em anexo ao Código, e de acordo com o procedimento nele previsto, existe um Termo de Declaração e Responsabilidade que é anualmente distribuído aos administradores, diretores, quadros superiores e outros Colaboradores com determinadas funções e pelo qual se recordam as regras do Código e se dá aos Colaboradores abrangidos a oportunidade de identificação de potenciais conflitos de interesses.

Este procedimento anual é assegurado e executado pelo Gabinete Jurídico & Compliance da Liberty Seguros desde 2005, em estreita colaboração com o Departamento Ética & Compliance Globais do Grupo Liberty Mutual Insurance, e desde 2013 que abrange todos os colaboradores da empresa.

Consulte aqui o nosso Código de Ética e Conduta Profissional

Candidata-te
Data Nascimento (AAAA-MM-DD)
Áreas Preferência * (Selecione até 3 opções)
Possui experiência na atividade seguradora? *
Carregar ficheiro com o CV completo *
Arraste para aqui ou selecione um ficheiroPDF, DOCX, DOC - tamanho máximo por ficheiro 4mb.
Consinto que os meus dados pessoais sejam tratados pela Liberty Seguros, S.A. para efeitos de apreciação e gestão da candidatura apresentada, incluindo-se aqui a realização de contactos no âmbito da mesma, o arquivo dos dados para identificação de futuras oportunidades, a comunicação dos dados às empresas do Grupo Liberty Mutual Insurance, bem como a transferência internacional para os países onde a Liberty Seguros, S.A. tenha os seus arquivos.
Estou ciente do meu direito de retirada do consentimento para o tratamento dos meus dados pessoais que posso exercer através do endereço de e-mail: protecaodados@libertyseguros.pt.
Todos os dados fornecidos neste formulário serão tratados com o máximo sigilo e confidencialidade, não sendo usados para outros efeitos que não os de recrutamento.

Política de exercício de direitos de voto nas sociedades emitentes de valores mobiliários que integram o património do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros.

Nos termos da Norma regulamentar N.º 7/2007-R, de 17 de maio do Instituto de Seguros de Portugal

O artigo 2.º da Norma Regulamentar N.º 7/2007-R, de 17 de maio do Instituto de Seguros de Portugal, estabelece que os Fundos de Pensões devem definir, no que respeita à detenção de valores mobiliários:

  • Os critérios determinantes da participação ou não da entidade gestora nas assembleias-gerais das sociedades emitentes;
  • A forma usual de exercício dos direitos de voto, indicando, designadamente, o exercício direto pela entidade gestora ou através de representante, e neste caso, se a representação tem ou não lugar exclusivamente por conta da entidade gestora;
  • Os procedimentos aplicáveis ao exercício dos direitos de voto no caso de existência de subcontratação de funções de gestão de ativos do Fundo de Pensões.


Quanto às ações emitidas por sociedades que, em cada momento, façam parte da composição da carteira do Fundo, a Entidade Gestora não assume o compromisso de participar em todas as Assembleias-gerais que venham a realizar-se, mas apenas aquelas cuja matéria objeto de deliberação justifique a sua presença.

O exercício dos direitos de voto nas Assembleias-gerais em que participe será exercido através de um elemento do seu Conselho de Administração, ou através de um mandatário por este designado e que atuará em conformidade com as indicações de voto daquele órgão social.

A carteira de Investimentos que compõem o Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros não é composta a esta data por participações que permitam o exercício do direito de voto.

Não dispensa a consulta da informação pré-contratual e contratual legalmente exigida.

Consulte aqui o Relatório do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros S.A 2017

Consulte aqui o Relatório do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros S.A 2016

Consulte aqui o Relatório do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros S.A 2015

Consulte aqui o Relatório do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros S.A 2014

Consulte aqui o Relatório do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros S.A 2013

Consulte aqui o Relatório do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros S.A 2012

Consulte aqui o Relatório e Contas do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros 2011

Consulte aqui o Relatório de Gestão do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros 2010

Consulte aqui o Inventário de Participações e Instrumentos Financeiros do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros 2010

Consulte aqui as Notas à Posição Financeira e Desmonstração de Resultados do Fundo de Pensões dos Colaboradores da Liberty Seguros 2010


Estamos a processar o seu pedido